Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prorrogado Prazo do Regularize
Estudo inédito sobre dívida do Funrural
TV Famato, informação sempre perto de você
   
 
 
07 de Ago de 2017

voltar
 
RODADA DE PALESTRAS
Rondonópolis, o sexto município a receber o Ciclo de Palestras do Bioma Pantanal
Ascom Famato
 

Com o objetivo de aprimorar os conhecimentos acerca da cadeia produtiva da pecuária no Pantanal mato-grossense cerca de 70 pessoas entre produtores rurais e acadêmicos de Agronomia e Zootecnia participaram na sexta-feira (04/08) em Rondonópolis da última palestra do ciclo Bioma Pantanal com pesquisadores da Embrapa Pantanal. O evento é fruto de uma parceria firmada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e Embrapa Pantanal com o apoio da Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Sindicatos Rurais.

Rondonópolis foi o sexto município a receber o ciclo de palestras com os pesquisadores da Embrapa José Anibal Comastri Filho, Márcia Furlan e Sandra Santos. Os participantes da rodada, estimados em 500 pessoas, conheceram detalhes do Pantanal e pesquisas desenvolvidas pela empresa de pesquisas especialmente para o bioma.

Em Rondonópolis o chefe-geral da Embrapa Jorge Lara destacou o perfil e as potencialidades do sistema produtivo do Pantanal e os cuidados que o produtor pantaneiro tem para preservar a região.

Para o engenheiro agrônomo, recém-formado, produtor rural Júlio Silva as palestras foram muito proveitosas e enriquecedoras. “Saio daqui satisfeito com as experiências e informações específicas para a minha região, além do que essas palestras foram muito esclarecedoras e técnica. Para nós pantaneiros é muito importante esse contato com os pesquisadores da Embrapa, cada dica, como por exemplo a de desmama precoce, Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) são muito válidas para nós que lidamos diretamente com a produção agropecuária”, disse Silva.

A pesquisadora Sandra falou sobre o incentivo para a criação de bezerros e a possibilidade de transformar o Pantanal em uma grande invernada maternidade, evitando a engorda do gado na região, deixando o processo de cria para o planalto, viabilizando a pecuária e garantindo a conservação dos recursos naturais da região pantaneira e ainda destacou a inserção da Embrapa Pantanal nesse contexto.

Comastri mostrou o perfil do sistema de produção nas áreas de pecuária sustentável e de recursos naturais, além de apresentar a participação da Embrapa enquanto empresa de pesquisa na geração de conhecimento para o desenvolvimento do Pantanal. “Aqui em Rondonópolis e nos demais municípios e propriedades rurais que visitamos durante a rodada tivemos a oportunidade de verificar o interesse dos pantaneiros e acadêmicos pelas nossas pesquisas. O que me chamou a atenção nas propriedades que visitamos foi a riqueza de biodiversidade. Mato Grosso realmente tem potencial e o Pantanal mato-grossense está em boas mãos”, apontou Comastri.

Para Jorge Lara o Pantanal Norte, como é denominado pela empresa de pesquisas, encontra-se muito bem estruturado no setor agropecuário, especialmente em função da dedicação dos produtores rurais e das entidades representativas como a Famato, Senar e Acrimat e o apoio incondicional da Embrapa Pantanal. “Acredito que Mato Grosso está em um ciclo de desenvolvimento, o ciclo de palestras é o primeiro passo nessa busca por sustentabilidade do processo produtivo. Esse novo ciclo envolve pesquisas, produção e integração tanto de nós, enquanto entidades e a sociedade, desta forma beneficiando a economia local e de todo o Pantanal Norte e Sul”, pontuou Lara.

“Por onde passamos os produtores ficaram encantados com a riqueza de detalhes e com pesquisas apresentadas, eles não tinham noção da dimensão de nossos estudos e ficaram deslumbrados com o que viram e ouviram e isso nos motiva a trabalhar ainda mais pelo desenvolvimento do Pantanal”, destacou Sandra.

Balanço – A equipe de técnicos e pesquisadores começou o ciclo de palestras Bioma Pantanal pelos municípios de Mirassol D’Oeste e Cáceres. No segundo dia, ainda em Cáceres, visitaram uma fazenda com atividade principal voltada para a pecuária de corte, no terceiro dia passaram por Poconé e Nossa Senhora do Livramento, onde aconteceu palestras e visitas técnicas em propriedades de pecuária. Já em Cuiabá a palestra foi no Centro de Eventos da Acrimat no Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro com produtores rurais de Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço e a visita técnica aconteceu em uma propriedade de pecuária de leite em Santo Antônio de Leverger. O encerramento foi em Rondonópolis com a participação de produtores da região e de Itiquira.

De acordo com a organização o objetivo foi alcançado. Nas cidades-sede do evento foi possível reunir a comunidade local como também dos municípios vizinhos. Estima-se que mais de 500 pessoas passaram pelas palestras que acontecerão nas seis cidades.


 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Mato Grosso mais perto do fim da vacinação da Febre Aftosa
AgriHub participa da 5º edição do AgTech Day em Piracicaba-SP
Colaboradores dos Sindicatos Rurais de MT estão em Cuiabá participando de treinamento
Sistema Famato percorre municípios com painel de custo de produção
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT