Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prêmio Sistema Famato em Campo
Garanta a sua vaga - Florestar 2017
Fique informado com o Famato em Campo
   
 
 
07 de Ago de 2017

voltar
 
RODADA DE PALESTRAS
Rondonópolis, o sexto município a receber o Ciclo de Palestras do Bioma Pantanal
Ascom Famato
 

Com o objetivo de aprimorar os conhecimentos acerca da cadeia produtiva da pecuária no Pantanal mato-grossense cerca de 70 pessoas entre produtores rurais e acadêmicos de Agronomia e Zootecnia participaram na sexta-feira (04/08) em Rondonópolis da última palestra do ciclo Bioma Pantanal com pesquisadores da Embrapa Pantanal. O evento é fruto de uma parceria firmada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e Embrapa Pantanal com o apoio da Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Sindicatos Rurais.

Rondonópolis foi o sexto município a receber o ciclo de palestras com os pesquisadores da Embrapa José Anibal Comastri Filho, Márcia Furlan e Sandra Santos. Os participantes da rodada, estimados em 500 pessoas, conheceram detalhes do Pantanal e pesquisas desenvolvidas pela empresa de pesquisas especialmente para o bioma.

Em Rondonópolis o chefe-geral da Embrapa Jorge Lara destacou o perfil e as potencialidades do sistema produtivo do Pantanal e os cuidados que o produtor pantaneiro tem para preservar a região.

Para o engenheiro agrônomo, recém-formado, produtor rural Júlio Silva as palestras foram muito proveitosas e enriquecedoras. “Saio daqui satisfeito com as experiências e informações específicas para a minha região, além do que essas palestras foram muito esclarecedoras e técnica. Para nós pantaneiros é muito importante esse contato com os pesquisadores da Embrapa, cada dica, como por exemplo a de desmama precoce, Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) são muito válidas para nós que lidamos diretamente com a produção agropecuária”, disse Silva.

A pesquisadora Sandra falou sobre o incentivo para a criação de bezerros e a possibilidade de transformar o Pantanal em uma grande invernada maternidade, evitando a engorda do gado na região, deixando o processo de cria para o planalto, viabilizando a pecuária e garantindo a conservação dos recursos naturais da região pantaneira e ainda destacou a inserção da Embrapa Pantanal nesse contexto.

Comastri mostrou o perfil do sistema de produção nas áreas de pecuária sustentável e de recursos naturais, além de apresentar a participação da Embrapa enquanto empresa de pesquisa na geração de conhecimento para o desenvolvimento do Pantanal. “Aqui em Rondonópolis e nos demais municípios e propriedades rurais que visitamos durante a rodada tivemos a oportunidade de verificar o interesse dos pantaneiros e acadêmicos pelas nossas pesquisas. O que me chamou a atenção nas propriedades que visitamos foi a riqueza de biodiversidade. Mato Grosso realmente tem potencial e o Pantanal mato-grossense está em boas mãos”, apontou Comastri.

Para Jorge Lara o Pantanal Norte, como é denominado pela empresa de pesquisas, encontra-se muito bem estruturado no setor agropecuário, especialmente em função da dedicação dos produtores rurais e das entidades representativas como a Famato, Senar e Acrimat e o apoio incondicional da Embrapa Pantanal. “Acredito que Mato Grosso está em um ciclo de desenvolvimento, o ciclo de palestras é o primeiro passo nessa busca por sustentabilidade do processo produtivo. Esse novo ciclo envolve pesquisas, produção e integração tanto de nós, enquanto entidades e a sociedade, desta forma beneficiando a economia local e de todo o Pantanal Norte e Sul”, pontuou Lara.

“Por onde passamos os produtores ficaram encantados com a riqueza de detalhes e com pesquisas apresentadas, eles não tinham noção da dimensão de nossos estudos e ficaram deslumbrados com o que viram e ouviram e isso nos motiva a trabalhar ainda mais pelo desenvolvimento do Pantanal”, destacou Sandra.

Balanço – A equipe de técnicos e pesquisadores começou o ciclo de palestras Bioma Pantanal pelos municípios de Mirassol D’Oeste e Cáceres. No segundo dia, ainda em Cáceres, visitaram uma fazenda com atividade principal voltada para a pecuária de corte, no terceiro dia passaram por Poconé e Nossa Senhora do Livramento, onde aconteceu palestras e visitas técnicas em propriedades de pecuária. Já em Cuiabá a palestra foi no Centro de Eventos da Acrimat no Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro com produtores rurais de Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço e a visita técnica aconteceu em uma propriedade de pecuária de leite em Santo Antônio de Leverger. O encerramento foi em Rondonópolis com a participação de produtores da região e de Itiquira.

De acordo com a organização o objetivo foi alcançado. Nas cidades-sede do evento foi possível reunir a comunidade local como também dos municípios vizinhos. Estima-se que mais de 500 pessoas passaram pelas palestras que acontecerão nas seis cidades.


 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Produtores e startups debatem desafios e soluções tecnológicas para o campo
Inscrições para o Prêmio Sistema Famato em Campo terminam na próxima semana
Missão Agrihub Israel 2017 garante visita de representantes de empresa israelense em MT
Doenças de equídeos é destaque durante o Ciclo de Palestras em Cuiabá
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
PAP 2017/2018 - Resumo do Dia
Proposta PAP - TV Record
Posse Famato - Cobertura TV Record
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT