Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Atenção aos Prazos do CAR
Prorrogado Prazo do Regularize
LUTO OFICIAL
   
 
 
24 de Out de 2017

voltar
 
PARCERIA
Famato e Sindicato Rural de Cáceres estudam parceria com a Unemat
Ascom Famato
 

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) abriu as portas da entidade para uma possível parceria de trabalho com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), campus de Cáceres. A reitora Ana Maria Di Renzo e um grupo de professores foram recebidos segunda-feira (23/10), em Cuiabá, pelo presidente da Famato Normando Corral. O encontro foi uma iniciativa do Sindicato Rural de Cáceres presidido pelo produtor rural Jeremias Pereira Leite.

A reitora Ana Di Renzo apresentou a instituição que conta com 13 campus universitários espalhados pelo estado de Mato Grosso e pontuou a importância de um Convênio de Cooperação com a Famato visando a criação de campos de estágios vocacionados, capacitação e maior interação com o setor agropecuário.

“Essa parceria visa a união da ciência e da prática. A Famato entraria com a expertise em produção agropecuária na prática e nós com a ciência. A ideia é converter pesquisas acadêmicas em benefício ao produtor rural e ao meio ambiente. Queremos abrir um canal para que nossos alunos saiam da universidade sabendo na prática como lidar com os desafios do campo. Buscamos com essa união oportunidades de estágios para os acadêmicos”, disse a reitora. 

O presidente Normando Corral disse que a ciência e a prática andam juntas e que sem essa parceria não existiria produção. “Não existiria a produção que temos hoje se não houvesse a ciência. A produção só conseguiu ir para frente graças às universidades e órgãos de pesquisas”, afirmou Corral.

Para Jeremias, a ideia é aproximar a universidade do agronegócio. “Estamos em busca da inserção das universidades dentro do contexto econômico do agronegócio de Mato Grosso. A universidade tem, para nós gestores do agronegócio, um papel fundamental e nós temos demandado muito pouco, visto que a Unemat é mantida com recursos públicos. Então, nada mais justo do que realizar pesquisas e ações que atendam às necessidades do agronegócio. O agro engloba toda a sociedade mato-grossense”, pontuou.

Jeremias propôs para a reitora da Unemat e ao presidente da Famato a criação de um grupo de trabalho, que deve envolver os sindicatos rurais do estado, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e os cursos de agronomia e zootecnia da entidade com o objetivo de preparar profissionais de ponta para atuarem no agronegócio mato-grossense e brasileiro. “E quem ganha com essa parceria é a sociedade em geral. O produtor estará sendo valorizado porque terá ao seu lado alguém que tem conhecimento e que poderá auxiliar nas tomadas de decisões”, reforçou Jeremias.  

Segundo o professor Ben Hur Marimon, a visita provocou na Unemat uma maior motivação para as pesquisas nas áreas de agricultura e que atendam às demandas do estado. “Vamos focar em pesquisas e políticas de estado que atendam às necessidades de Mato Grosso. Nosso objetivo é unificar a prática, ciência, tecnologia e produção agrícola”, salientou Marimon.

Para a professora Maria Aparecida Pierangelli, a instituição quer crescer na parceria com a Famato e com o setor produtivo rural do estado, principalmente nas áreas agrícola e pecuária. “Essa reunião foi apenas o início de uma enorme parceria”, afirmou Maria Aparecida.

O pró-reitor Alexandre Porto acredita que a pareceria possibilitará a inserção dos acadêmicos no mercado de trabalho. “Vamos estudar a criação de estágios vocacionados, que preparem nossos alunos para o mercado agropecuário e, de certa forma, auxiliem os produtores rurais nas tomadas de decisão através dos trabalhos de campo e pesquisas que serão realizadas pelos acadêmicos nas propriedades rurais”, explicou.

Corral que também é coordenador do Fórum Agro MT disse que vai levar a proposta da instituição de ensino para ser discutida nas reuniões do Fórum que participam outras entidades do setor produtivo que podem agregar valor ao projeto.

Também participaram da reunião as professoras Zulema Netto Figueiredo e Tanismare Almeida e a gestora do Núcleo Técnico da Famato Lucélia Avi.

 

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Desenvolver o ecossistema de empreendedorismo e inovação é um dos desafios do Agro
Poconé e Cáceres recebem o 2º Ciclo de Palestras Bioma Pantanal
Experiências AgTechs serão apresentadas no encontro Summit AgriHub
Imea abre inscrições para nova turma do MBA USP/Esalq em Agronegócio
 
Eventos
Circuito Aprosoja
Circuito Aprosoja - Região Leste
Norte Agroshow e 34ª Exponop
18ª Exporio e 30ª Festa do Peão
Seminário A Multidisciplinaridade do Agronegócio
Circuito Aprosoja - Região Norte
Acrimat em Ação - Rota 4
Acrimat em Ação - Rota 5
28ª Expovale
Circuito Aprosoja - Região Oeste
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT