Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Projeto Rentabilidade no meio Rural em MT
Fique informado com o Famato em Campo
Conexão Agruhub - Editais para Startups e Empresas
   
 
 
25 de Out de 2017

voltar
 
DEV.AGRI
Hackathon de Barra do Bugres propõe soluções eficientes para a produção de cana-de-açúcar
Dev.Agri
 

Durante 53 horas ininterruptas os participantes da 3ª edição do Dev.Agri se debruçaram sobre os problemas que inviabilizam a estimativa da produtividade da cana-de-açúcar no município de Barra do Bugres, a fim de propor soluções para a falta de precisão da produtividade da cultura. O problema foi levantado por uma equipe de gerentes e técnicos do grupo Barralcool – dona de uma área agrícola de mais de 30 mil hectares, formados por plantações de cana-de-açúcar para corte, viveiros de experimentação de novas variedades e áreas de rotação de culturas.

Dos cinco projetos desenvolvidos, a equipe “Sepca” foi a vencedora. O grupo, composto por cinco membros, desenvolveu um software para estimar com precisão a produção de cana-de-açúcar. De acordo com o professor universitário e membro da equipe Sepca, Willyan Alves da Silva, a ferramenta calcula o potencial da área plantada e mede a quantidade de água no solo, visto que alguns dos aspectos de maior importância para se ter boa produtividade final estão relacionados com as práticas de plantio e a quantidade de água e nutrientes. O software vai utilizar imagens de satélite da área plantada.

Esse é o espirito do Hackathon, maratona de programação em que os participantes desenvolvem tecnologias capazes de auxiliar no dia a dia do produtor rural. O evento foi promovido pela Universidade de Mato Grosso (Unemat), campus de Barra do Bugres, em parceria com o Sindicato Rural da cidade e a Barralcool, entre os dias 20 e 22 de outubro.

A Dev.Agri é um evento da comunidade para o agro que visa aproximar soluções de problemas e é adotado também pelo projeto AgriHub – uma rede de inovação com o objetivo de conectar produtores rurais às tecnologias desenvolvidas para o agronegócio. A Unemat promoveu o evento em parceria com o Sindicato Rural de Barra do Bugres, a Barralcool e com o apoio do AgriHub.

Um dos diferenciais da rede de inovação AgriHub é conectar produtores rurais, startups, empresas, pesquisadores e investidores que estejam em busca de possíveis soluções tecnológicas às necessidades específicas do meio rural mato-grossense.

A 3ª edição contou com a participação direta de mais de 60 pessoas, entre Dev’s, especialistas, mentores e helper’s. No início do evento aconteceram palestras e bate-papos que explicaram as dificuldades já detectadas pela Barralcool. A partir daí as cinco equipes Dev’s tiveram 53 horas para discutir os projetos e desenvolvê-los. Como não poderia ser diferente das edições anteriores, os participantes produziram, dormiram e se alimentaram no mesmo espaço. No último dia, os projetos foram apresentados para uma equipe julgadora formada por produtor rural, engenheiro agrônomo e técnicos da Barralcool.

Segundo Heygler de Paula, um dos responsável pelo AgriHub, o Hackathon pretende ser um espaço que dê voz e participação à comunidade acadêmica. “Se existe o problema, não podemos esperar que as soluções simplesmente apareçam. Se o produtor rural vivencia e identifica o problema, por que não podemos ajudar a solucioná-los ainda que seja simplesmente apresentando equipes interessadas a desenvolver produtos para o agro?”, disse Heygler.

Para o presidente do Sindicato Rural de Barra do Bugres Cidimar Sansão, grande parte da classe produtora ainda não se familiarizou com os termos Hackathon, hacker e tecnologias. E com a realização do Dev.Agri no município de Barra do Bugres o tema foi desmistificado e com isso foi possível mostrar que o Hackathon é um espaço aberto para novas ideias e novas tendências de mercado.

Questionado sobre a palavra hacker, Sansão afirma que é aquele que trabalha para promover algum tipo de mudança. “E o Sistema Famato está de parabéns pela iniciativa de ceder a marca Dev.Agri para que as instituições de ensino incentivem os acadêmicos a desenvolverem tecnologias simples e econômicas para melhorar o dia a dia do produtor rural e o desenvolvimento do agronegócio”, apontou Cidimar Sansão.

O engenheiro agrônomo e gerente agrícola da Barralcool Marco Beletti Peres disse que as ideias desenvolvidas pelos grupos estão bem acima das expectativas do corpo técnico da usina. “Ficamos surpresos com os resultados, visto que a maioria dos participantes nunca teve contato com a cana-de-açúcar. A maioria deles se familiariza com tecnologias, software e hardware, mas nunca pensamos que conseguiria em tão pouco tempo desenvolver soluções que podem alavancar um investimento de anos”, disse Peres.

Peres falou que pela primeira vez a Barralcool participa de uma iniciativa como esta. “Foi uma satisfação participar e poder aprender com essa moçada e ao mesmo tempo compartilhar um pouco da nossa experiência. O AgriHub e o Sindicato Rural de Barra do Bugres estão de parabéns e a Unemat também por acreditar nesse projeto. Nos colocamos à disposição para novas parcerias”, salientou o gerente agrícola.


 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Presidente do BNDES fala de empreendedorismo em Mato Grosso
Imea divulga mais um resultado do projeto Rentabilidade no Meio Rural
Conexão AgriHub está na programação da expedição Soja Brasil
Resultados econômicos dos sistemas de produção de Mato Grosso serão apresentados dia 24
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
TV Band - Imea divulga estudo
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT