Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prorrogação da apresentação do georreferenciamento
VTN 2018
Imposto Territorial Rural - ITR 2018
   
 
 
10 de Nov de 2017

voltar
 
DA PESQUISA AO CAMPO
Professor do Texas mostra a importância das pesquisas para a tomada de decisão do produtor rural
Revele
 

Gerar informações que permitam a tomada de decisão rápida e acertada para resolver conflitos locais que influenciam na produção de alimentos em diversas partes do mundo é o principal objetivo das pesquisas desenvolvidas atualmente pelo professor da Universidade do Texas Jay Angerer. O professor apresentou dados das pesquisas em uma participação especial na cerimônia da 3ª edição do Prêmio Sistema Famato em Campo, realizada quinta-feira (09/11), na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), em Cuiabá.

 

Segundo Jay, as mudanças repentinas no clima e a ocorrência de catástrofes climáticas, como uma estiagem prolongada e tempestades, são alguns dos fatores que mais afetam a produção de alimentos de forma global. Jay afirmou que as pesquisas precisam mostrar a variação desses riscos para melhorar os sistemas de decisões. “A intenção é fornecermos aos produtor rural informações para que ele possa adaptar as condições do seu manejo e estar preparado quando enfrentar os riscos”.

 

O acesso aos mercados, o aumento da população mundial e a necessidade de produzir cada vez mais alimentos sem a expansão de novas áreas são outros desafios que os produtores precisam enfrentar. Por isso, mais que produzir informações e dados que auxiliem na tomada de decisão, as universidades necessitam traduzir essas informações para que ações que mitiguem riscos sejam tomadas o mais rápido possível.

 

Jay explicou que o acesso à informação já não é um problema, mas a forma com que ela é usada pode ser. Para ele, o desafio da academia é fazer as informações chegarem de forma fácil ao campo.  “Para isso, o auxílio do produtor é extremamente necessário. Precisamos saber que tipo de informação vocês querem, como ela deve chegar até vocês e como podemos melhorar”, disse Jay aos produtores presentes no evento.

 

Inovações - O uso de modelagem computacional que simule diversos cenários, como o crescimento de uma cultura ou o consumo da pastagem pelos animais, que permitam ao produtor saber quais os resultados terá se fizer alterações em seu manejo antes de colocá-lo em campo é uma das ferramentas inovadoras desenvolvidas por pesquisadores que já está sendo usada por produtores.

 

“Para chegar a essa simulação são usados diversos dados, entregando assim resultados muito próximos à realidade. A ideia dessa modelagem é permitir que o produtor faça inúmeras simulações sem precisar fazê-las no campo, gerando economia de tempo e de dinheiro”, explicou Jay.

 

Os sistemas de alertas precoces são inovações que estão sendo testadas no campo. “Quanto antes conhecer o problema, mais tempo há para a tomada de decisão. Em uma situação de seca, por exemplo, o produtor pode montar antecipadamente a estratégia de venda dos seus animais ou o governo pode adotar políticas que auxiliem ao produtor, permitindo que se passe pelo problema sem grandes traumas”, exemplificou o professor.

O balanço entre a produção otimizada e a sustentabilidade também é uma ferramenta que está sendo desenvolvida pela Universidade do Texas para melhorar a tomada de decisão.

 

“Para a Famato é uma grande satisfação receber um professor americano que desenvolve pesquisas no agro. A Federação, o Imea e o Senar estão sempre em busca de parcerias para contribuir com pesquisas direcionadas ao nosso setor. Acreditamos que é por meio da ciência que a produção rural continuará crescendo em Mato Grosso e no mundo”, destacou o presidente do Sistema Famato, Normando Corral.

 

Parceria - Em Mato Grosso, em parceria com o campus de Sinop da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), o professor começou pesquisas para construir sistemas de apoio à tomada de decisão para melhorar o manejo de pastagens e gado no estado.

 

“Precisamos da ajuda de todos vocês para que os modelos que estamos desenvolvendo sejam os melhores possíveis.  A ideia é estreitar a comunicação entre nós, academia, e vocês, produtores. Contamos com a colaboração no fornecimento de dados e um feedback das inovações para juntos ajudarmos a resolver os problemas locais e em outras partes do mundo e continuarmos assim atendendo à demanda mundial por alimentos”, finalizou Jay.

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Inscrições abertas para o Prêmio Sistema Famato em Campo 2018
USDA e Farm Bureau apresentam programas de desenvolvimento para setor produtivo de MT
Modelo de gestão da fazenda Perdizes é considerado destaque em inovação
Aplicativo é criado para acompanhar qualidade das sementes da Fazenda Cristalina
 
Eventos
Cine Senar Brasnorte
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT