Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prorrogado Prazo do Regularize
Estudo inédito sobre dívida do Funrural
TV Famato, informação sempre perto de você
   
 
 
18 de Dez de 2017

voltar
 
ARTIGO
Dirigir alcoolizado é crime
Arquivo Famato
 

Como estamos bem próximos das festas de fim de ano, quando normalmente o consumo de bebida alcoólica aumenta significativamente, não poderíamos deixar de prestar pequenos esclarecimentos quanto ao risco de dirigir sob a influência de álcool veículo automotor. Portanto, na condição de Conselheiro do Conselho Estadual de Trânsito do Estado de Mato Grosso, me atrevo a dizer o seguinte.

Por falta de conscientização ou de informação, muitos motoristas, mesmo aqueles que se dizem profissionais, não têm a menor ideia das consequências que poderão advir, caso venham a ser flagrados pelos agentes de trânsito que trabalham em prol da famigerada “Lei Seca”.

É bom lembrar que, se porventura for confirmado por qualquer meio admitido na legislação de trânsito, principalmente via bafômetro, que o motorista ingeriu bebida alcoólica e em seguida veio a dirigir seu carro ou de terceiros, será severamente penalizado com multa de R$ 2.934,70, cuja infração de trânsito é tida como gravíssima, com 7 pontos na carteira, perdendo o infrator o direito de dirigir por 12 meses, e somente após este período poderá fazer uma reciclagem da CNH e recuperar o direito de dirigir.  

Além de o proprietário do veículo pagar a multa pecuniária, o condutor flagrado cometendo crime de trânsito, por dirigir sob o efeito de álcool, é imediatamente encaminhado a uma delegacia de polícia, e por via de consequência, deverá responder a um processo criminal. Se for a primeira vez que é flagrado dirigindo alcoolizado, ele tem direito ao pagamento de fiança, o que lhe dá o direito de responder ao processo em liberdade.

Caso seja reincidente, isto é, novamente flagrado dirigindo alcoolizado, dentro de um período de 12 meses depois da última infração pelo mesmo motivo, a multa a ser aplicada passa a ser o dobro da anterior, ou seja, 2 x R$ 2.934,70 = R$5.949,40, com a agravante de ter a sua CNH cassada, e encarcerado na delegacia de polícia até que se conclua o inquérito policial que será encaminhado ao Ministério Público para a adoção das medidas complementares.

Destacando que a infração administrativa por dirigir alcoolizado está tipificada no artigo 165 do Código de Trânsito, onde diz que: "dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência", pratica infração gravíssima, com multa e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

 

Por Edvaldo Belisário dos Santos

Colaborador da Famato e Membro do Conselho Estadual de Trânsito do Estado de Mato Grosso – CETRAN

 



Fonte:
 

VEJA TAMBÉM
A PRESUNÇÃO DE LEGITIMIDADE DO AUTO DE INFRAÇÃO NÃO É ABSOLUTA
Entidades buscam soluções jurídica e política para contornar cobrança do Funrural
Não há omelete sem quebrar ovos
A matriz energética mato-grossense
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT