Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prorrogado Prazo do Regularize
Estudo inédito sobre dívida do Funrural
TV Famato, informação sempre perto de você
   
 
 
07 de Jun de 2018

voltar
 
PLANO AGRÍCOLA E PECUÁRIO
Famato avalia pontos positivos no PAP 2018/2019
MAPA
 

Na avaliação da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) o Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2018/2019 atende parte das prioridades do setor produtivo rural mato-grossense. O PAP 2018/2019, anunciado pelo presidente da República, Michel Temer, na quarta-feira (06/06), terá R$ 194,3 bilhões para financiar a produção agropecuária brasileira. Os recursos poderão ser acessados pelos agricultores entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2019.

 

“O PAP 2018/2019 não contempla todas as reivindicações do setor, porém a queda na taxa de juros dos investimentos para as linhas que solicitamos prioritárias como o Plano de Construção de Armazéns (PCA), Programa ABC e Inovagro (Investimentos necessários à incorporação tecnológica nas propriedades rurais) foram parcialmente atendidas. Nossa preocupação estava em trazer a diferenciação de taxa de juros para produtores que querem construir estruturas menores, o que atende a maioria dos produtores do estado de Mato Grosso”, afirmou a analista de Agricultura da Famato Karine Machado.

As reivindicações do setor produtivo de Mato Grosso foram encaminhadas pelo Fórum Agro MT diretamente à Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e também à Confederação Nacional da Agricultura (CNA) quem também apoiou as propostas do Estado e auxiliou com as negociações junto ao Mapa.

 

Para a analista, a taxa de juros de 5,25% concedida para financiamento de construção de armazéns com capacidade de até 6 mil toneladas nas propriedades dos pequenos e médios produtores rurais é um dos principais pontos de destaque.

 

“Nós pedimos um diferencial dentro do PCA para viabilizar a melhora da logística de armazenagem de pequenos e médios produtores. A taxa solicitada foi de 4,5% e, mesmo a taxa anunciada tendo ficado 0,75%, já vemos como um bom começo. Atendendo grande parte dos produtores rurais aqui de Mato Grosso”, destacou Karine.

 

No geral, a queda dos juros das principais linhas de crédito do PAP foi de 1,5 ponto percentual.

 

Os produtores rurais mato-grossense não têm muito acesso à subvenção do Seguro Rural por conta da época em que os financiamentos são realizados, mas, mesmo assim, a ferramenta é considerada importante para a mitigação dos riscos.

 

Karine lamenta o orçamento modesto oferecido para atender o Programa de Subvenção ao Seguro Rural (PSR). Já em relação ao orçamento para o apoio à comercialização, caso seja necessária a intervenção do governo afim de garantir a Política de Preço mínimo (PGPM), principalmente do milho em Mato Grosso, foi importantíssimo o anúncio de um volume de recursos considerável.

 

“A garantia nos recursos de apoio à comercialização é importante para o setor, porque isso baliza os preços de mercado”, esclareceu Karine.

 

PAP – Dos R$ 194,3 bilhões anunciados, R$ 151,1 bilhões serão destinados ao custeio e R$ 40 bilhões para investimentos. Também serão disponibilizados R$ 600 milhões para o PSR e R$ 2,6 bilhões para o apoio à comercialização. Os juros variam de 5,25% a 9,5% ao ano.

 

 

 

 

 

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Sistema Famato presente no Conselho de Contribuintes da Sefaz-MT
Alunos da Academia de Liderança estão em Cuiabá para o 2º encontro
Mato Grosso mais perto do fim da vacinação da Febre Aftosa
AgriHub participa da 5º edição do AgTech Day em Piracicaba-SP
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT