Produtores rurais devem ficar atentos ao período proibitivo de queimadas
Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
VTN 2018
Prêmio Sistema Famato em Campo
TV Famato, informação sempre perto de você
   
 
 
23 de Jul de 2018

voltar
 
USO DO FOGO
Produtores rurais devem ficar atentos ao período proibitivo de queimadas
Google - Blog do Cláudio
 

O período proibitivo de uso de fogo para limpeza e manejo de áreas começou em Mato Grosso. De acordo com o Decreto n°1.586, publicado no dia 17 de julho de 2018, o período proibitivo de queimadas será entre os dias 15 de julho a 15 de setembro.  

A preocupação existe porque neste período há pouca precipitação de chuva e baixa umidade relativa do ar, o que pode levar a incêndios acidentais. E para prevenir estes acidentes, a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) orienta os produtores rurais a tomarem alguns cuidados, como a construção e manutenção de aceiros, plano de incêndio, contendo os telefones de emergência, carro-pipa ou pulverizador com água, caso haja acidente nesse período, por exemplo.  

“O manejo do fogo é utilizado principalmente para a limpeza e o controle fitossanitário e, com a umidade relativa do ar baixa e altas temperaturas nesse período, o fogo no campo pode ser que se torne inevitável e, por isso, o produtor deve ficar atento e redobrar as medidas de segurança e prevenção”, disse a gestora do Núcleo Técnico da Famato, Lucélia Avi. 

Em caso de incêndio o produtor deve avisar, imediatamente, o Corpo de Bombeiros e informar para a Polícia Militar, Prefeitura Municipal ou a Defesa Civil nos municípios onde não tem a corporação. 

Lucélia lembra que nos casos de incêndio é importante que o produtor tome algumas medidas como, o registro de fotos que comprovem o dano causado pelo incêndio, faça o registro de um boletim de ocorrência e laudo feito pelo profissional habilitado. 

A gestora reforça que quem for flagrado ateando fogo no período de proibição será multado. O valor da multa varia de acordo com a área atingida, de R$ 1 mil por hectare nas áreas abertas a R$ 1,5 mil por hectare nas áreas de floresta, além de ser detido e responder por crime ambiental com pena prevista em até quatro anos.   

 

 

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Comunicado sobre o Fethab 2
Famato orienta produtores a emitir a CND antes de aderir ao Refis do Funrural
Inscrições para o 4º Prêmio Sistema Famato em Campo são prorrogadas para até 30 de agosto
Sistema Famato lamenta o falecimento do ex-presidente do SR de Poconé
 
Eventos
Cine Senar Brasnorte
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
   FWS   
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT