Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prorrogação da apresentação do georreferenciamento
VTN 2018
TV Famato, informação sempre perto de você
   
 
 
03 de Set de 2018

voltar
 
MISSÃO
Missão Técnica AgriHub Índia termina com a participação na 10ª AgriTech
Ascom Famato
 

A Missão Técnica AgriHub 2018 na Índia encerrou sábado (01/09) com a participação das lideranças do Agro de Mato Grosso na 10ª AgriTech, na cidade de Bangalore. A feira internacional de agronegócio é voltada para a exposição de equipamentos, produtos e soluções tecnológicas.

 

Pela primeira vez o Brasil participou com um estande da Embaixada Brasileira por meio da primeira edição da Missão AgriTechs Brasileiras na Índia – uma iniciativa da embaixada do país em Nova Delhi com o apoio do Programa de Diplomacia da Inovação do Itamaraty para promover a tecnologia do Brasil no exterior.

 

Quatro agritechs brasileiras (Agribela, Agronow, Scicrop e TermoPlex), sendo duas de São Paulo-SP e duas de Londrina-PR, expuseram suas inovações na feira. O objetivo foi mostrar a tecnologia brasileira na Índia e fazer com que as startups busquem estabelecer parcerias, identificar investidores e eventuais clientes.

 

“Existe ainda um amplo desconhecimento dos indianos sobre a capacidade tecnológica brasileira. Então, esse programa tem o propósito de reduzir esse desconhecimento. A Missão AgriHub do Sistema Famato foi essencial e contribuiu muito para estreitar os laços entre o Brasil e a Índia. Para essa feira o Agrihub teve um papel importante, pois nos facilitou os contatos com as startups no Brasil”, afirmou o chefe da seção de Tecnologia e Inovação da Embaixada, Pedro Ivo Ferraz da Silva.

 

Em uma semana na Índia, os participantes da Missão Técnica AgriHub tiveram de reuniões com empresas e startups de tecnologia para o Agro, institutos de pesquisa e inovação e trocaram informações e experiências no seminário promovido em Nova Delhi em parceria coma embaixada brasileira. Além disso, foram assinados dois memorandos de intenções (MoU), um com o Conselho Indiano para Alimentação e Agricultura (ICFA) e o outro com o Centro de Plataformas Celular e Molecular (C-CAMP), da Universidade de Ciências Agrícolas de Bangalore, e que irão ajudar a aproximar as pesquisas e trocas de conhecimentos sobre inovação e tecnologia entre os dois países.

 

“Tivemos a oportunidade de mostrar que Mato Grosso tem condições de produzir mais grãos de maneira diferenciada, como os pulses e a soja não transgênica. Cumprimos o objetivo de entender quais são as inovações na Índia e como os indianos estão fazendo para movimentar cada vez mais as startups, além de apresentar as oportunidades de Mato Grosso para o mercado indiano”, destacou o segundo vice-presidente do Sistema Famato, Marcos da Rosa.

 

A Índia é o terceiro país em produção grãos, atrás apenas dos Estados Unidos e China, e possui 1,3 bilhão de habitantes. Também é considerado o terceiro país no ranking global do ecossistema de startups que vem aumentando devido ao crescimento econômico de algumas regiões, investimentos em infraestrutura no país e mão de obra barata. As principais culturas produzidas são: arroz, trigo, pulses, cana-de-açúcar e algodão. A fruticultura e a horticultura estão assumindo um maior destaque nos últimos anos. Entre as cidades visitadas estavam Nova Delhi, Hyderabad e Bangalore.

 

“Ao mesmo tempo em que a Índia cresce 8% ao ano e vem se urbanizando com o aumento da população da classe média, essas pessoas vão demandar um consumo de alimentos mais ricos em proteína animal e vegetal. Projetamos que nos próximos anos haverá uma demanda maior por essas proteínas e o Brasil, por ser um grande produtor, pode atender este mercado”, acrescentou Adido Agrícola do Brasil em Nova Delhi, Dalci Bagolin.

 

A Missão Técnica AgriHub 2018 na Índia teve a participação de 15 pessoas. Entre elas estavam representantes da Famato, Imea, Senar-MT, Instituto Soja Livre, Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) e de Minas Gerais (Aprosoja-MG), Conselho Brasileiro de Feijão e Pulses (CBFP), Associação dos Produtores de Semente de Mato Grosso (Aprosmat), empresa Torino e da Embaixada brasileira.

 

O projeto AgriHub é uma iniciativa da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) criado em 2016 para identificar os problemas dos produtores rurais de Mato Grosso e conectá-los a startups, mentores, empresas de tecnologia, pesquisadores e investidores para desenvolver soluções e promover o melhor ajuste de tecnologias para o campo.

 

As informações completas estão disponíveis no site www.agrihub.org.br e pelo facebook www.facebook.com/AgriHubBr.

 

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Lin Tan afirma que o Brasil é o único país capaz de aumentar a produção de soja
Jovens produtores rurais são premiados pelo Sistema Famato
Vencedores do Prêmio Sistema Famato em Campo serão divulgados quinta-feira (08/11)
Sistema Famato participa do ESALQSHOW 2018
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT