Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
Prorrogação da apresentação do georreferenciamento
VTN 2018
TV Famato, informação sempre perto de você
   
 
 
07 de Nov de 2018

voltar
 
INTERCÂMBIO
Famato apresenta dados do agro de MT para pesquisadores chineses
Ascom Famato
 

Diretores da Academia de Ciências Agrícolas da província de Liaoning, da China, conheceram o potencial do agronegócio mato-grossense na manhã desta quarta-feira (07/11). Os chineses foram recebidos pela diretoria do Sistema Famato.

 

“O agronegócio brasileiro é o setor que mais cresce no mundo e no Brasil, somos um país pujante, que tem terra, água e produtores rurais dispostos em produzir com qualidade. A China é um país em constante crescimento e precisa deste mercado, portanto é importante estreitar o relacionamento com o país”, afirmou o presidente do Sistema Famato, Normando Corral, ao dar as boas-vindas aos diretores e pesquisadores da Academia de Liaoning.

 

As informações e pesquisas do setor foram apresentadas pelo professor de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus Sinop, Daniel Abreu, professora de Mecanização Agrícola da Universidade de Mato Grosso (Unemat), Campus Cáceres, Zulema Netto Figueiredo, o responsável de Marketing e Novos Projetos da Fundação MT, Luis Carlos de Oliveira, produtor rural e consultor Ricardo Arioli Silva e pela analista do Observatório de Investimentos do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Taina Heinzmann.

 

Tainá Heinzmann mostrou aos chineses os números da agropecuária brasileira e mato-grossense com foco nas principais cadeias produtivas: soja, milho, algodão e pecuária. Falou também sobre as tendências e perspectivas para o agronegócio até 2025, dados sobre logística e competitividade.

 

 “Estamos muito impressionados com o que os produtores rurais de Mato Grosso estão fazendo no campo. Como vocês fazem para produzir tanto em uma mesma área?”, questionou o diretor e pesquisador Lixin Lang.

 

O professor da UFMT, Daniel Abreu, mostrou as diversidades e o potencial agroambiental de Mato Grosso. Na apresentação institucional da Universidade Daniel destacou as parcerias que possibilitam a participação de estudantes em intercâmbios internacionais. Destacou os projetos de cooperação bilateral com parceiros internacionais de ensino e pesquisa em áreas agrárias, ciências da saúde e ambientais, entre outras.

 

“Essas parcerias são importantes no processo de internacionalização da Universidade, como também para a troca de experiencias, conhecimentos que possam beneficiar não só o grande agricultor como também o pequeno produtor”, afirmou Daniel Abreu. 

 

O responsável pelo marketing e novos projetos da Fundação MT, Luis Carlos, mostrou os projetos de pesquisas em manejo da adubação e de sistemas de produção desenvolvidos em campos experimentais em Mato Grosso. São mais de 140 hectares de áreas experimentais, onde são feitos testes no campo com soja, milho, algodão, braquiária, milheto e outras culturas. “Esses projetos nos permitem atender as necessidades do agronegócio e de orientação aos produtores sobre sua produção. Fazemos trabalhos de amostragem de solo, mecanização e agricultura de precisão. Tudo para melhorar o desempenho do produtor no campo”.

 

Também participaram do encontro os diretores, José Luiz Fidelis (Relações Institucionais da Famato), Vilmondes Tomain (Administrativo e Financeiro) e a gestora do Núcleo Técnico da Famato, Lucélia Avi.

 

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Lin Tan afirma que o Brasil é o único país capaz de aumentar a produção de soja
Jovens produtores rurais são premiados pelo Sistema Famato
Famato e CNA articulam reunião entre avicultores e BRF
Vencedores do Prêmio Sistema Famato em Campo serão divulgados quinta-feira (08/11)
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT