Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
02 de Set de 2019

voltar
 
CAPACITAÇÃO
Balanço da Missão Técnica da Famato 2019 é positivo
Ascom Senar-MT
 

Semana muito produtiva. Troca de informação, conhecimento e a oportunidade de ver novas tecnologias. Este é o balanço da Missão Técnica dos Estados Unidos 2019 promovida pelo Sistema Famato/Senar/Imea na última semana.

 

Na sexta-feira (30.08), o grupo de mato-grossenses visitou um dos centros de pesquisa da Bayer, a incubadora Helix Center e o Danforth Center, que é um laboratório de pesquisa. E o sábado foi reservado para a visita à eclusa Melvin Price, no rio Mississippi, que permite a navegação em qualquer época do ano.

 

Os últimos dias de trabalho para os mato-grossenses foi em St. Louis, estado de Missouri, região americana com mais cientistas com doutorado e pós-doutorado dos Estados Unidos por metro quadrado. É uma região onde todos trabalham unidos com o objetivo de transformar o lugar no Vale do Silício do Agro.

 

Para o produtor Jonas Iape, de Campo Novo do Parecis, toda viagem é sempre produtiva. “Tem muita coisa que ainda não podemos levar para o Brasil, mas vamos levar ideias que ajudarão a melhorar o manejo em nossa propriedade. Todos temos o mesmo interesse em diminuir os custos”.

 

Além das estufas do Centro de Pesquisa da Bayer, o grupo teve a oportunidade de assistir uma palestra feita pelos executivos da Climate Corp que tem como objetivo juntar as informações de todas as fazendas associadas e recomendar a tecnologia para cada uma delas de forma fácil, ou seja, no celular ou tablete.

 

A incubadora Helix Center, com 24 empresas incubadas, foi outro ponto de parada para os mato-grossenses. Nos últimos sete anos, pelo menos 40 empresas passaram pela Helix. Destas, 80% conseguiram capital para continuar acelerando o desenvolvimento ou um investidor.

 

O Laboratório Danforth, um legado do fundador da empresa Purina, tem pelo menos 170 pesquisadores de 22 países diferentes, incluindo o Brasil. Nesta visita, os produtores tiveram a oportunidade de conversar sobre biotecnologia e diversas nova variedades das mais variadas culturas.

 

Depois tantas visitas o pecuarista de Paranatinga, Eduardo Minouro, afirma que viagens técnicas são investimentos em capacitação. Já para o pecuarista e diretor do Sindicato Rural de Arenápolis, Alfredo Souto e Silva Filho, é a oportunidade de comparar. “Penso que é preciso valorizar o que temos e aproveitar as novidades”.

 

Etso Rosolin acrescenta que as viagens são grandes eventos de aprendizado. “Aprendo muito quando participo destas missões técnicas”. Rosolin é pecuarista em Juara e, segundo ele, o manejo do gado nos Estados Unidos é muito diferente do Brasil, mas enfatiza que viajar é sempre uma oportunidade de aprender. “Admiro o sistema de comercialização dos americanos”.

 

Pra Raul Costa Neto, produtor de soja e milho e ganhador da 4ª edição do Prêmio Famato, o que mais chamou a atenção na viagem foi o sistema de armazenagem. “É tudo na superfície. A estrutura é mais barata e, isso para nós seria uma economia grande, mas ainda está inacessível”.

 

E para o presidente do Sindicato de Campo Novo do Parecis, Antonio Brolio, uma das coisas que chamou a atenção foi o trabalho voluntário das pessoas com mais de 65 anos. “Nesta viagem vimos muito isso. É cultural, mas vejo como uma forma de valorizar e respeitar o conhecimento destas pessoas”.

 



Fonte: Ascom Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Produtores de Mato Grosso lutam para viabilizar exportação pelo Porto de Itaqui (MA)
Sistema Famato visita o Terminal de Grãos do Maranhão
Sanidade na suinocultura será tema de workshop dia 20 de setembro na Famato
Liberada emissão do Certificado de Cadastro de Imóvel Rural 2019
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT